Associação Centro de Direitos Humanos

Associação Centro de Direitos Humanos

Promovendo os Direitos Humanos através da Educação

Associação Centro de Direitos Humanos

Promovendo os Direitos Humanos através da Educação

Associação Centro de Direitos Humanos

Promovendo os Direitos Humanos através da Educação

Centro de Direitos Humanos incentiva jovens moçambicanos e angolanos a participar nos processos de governação através do Direito de Acesso à Informação

Centro de Direitos Humanos incentiva jovens moçambicanos e angolanos a participar nos processos de governação através do Direito de Acesso à Informação-

O CDH procedeu na passada sexta-feira, 17 de Maio a entrega de 120 Boletins de Acesso à Informação a 52 jovens de Moçambique e Angola. O acto aconteceu durante a cerimonia de graduação de 52 jovens que estiveram a participar desde 22 de Abril na Cidade de Maputo, no Curso sobre Liderança, organizado pela Universidade Eduardo Mondlane no quadro da iniciativa YALI promovida pela antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

No encontro, o Coordenador do CDH, Adérito Notiço, informou que os boletins constituíam um primeiro sinal de que o CDH estava atento a esta iniciativa e mostrou disponibilidade do CDH em receber os participantes e proferir palestras sobre o acesso a informação nos processos de governação.

A Iniciativa Jovens Líderes Africanos (YALI) foi lançada pelo Presidente dos Estados Unidos Barack Obama como um esforço assinalável para investir na formação da próxima geração de líderes africanos, com enfoque em 3 principais áreas: Empreendedorismo e Negócios, Liderança Cívica e Gestão Pública e Governação.

Neste contexto, foram criados centros regionais em todo o continente africano para incentivar a aprendizagem transformacional e melhorar as habilidades de liderança. Os Centros de Liderança Regionais YALI são um projecto da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), em estreita parceria com a Master Card Foundation.

O Centro Regional de Liderança da África Austral é liderado pela Universidade da África do Sul (UNISA) e tem como objectivo impulsionar o desenvolvimento dos países da África Austral e da SADC. Devido a diversidade linguística da região, os falantes de língua inglesa, são formados no Campus da UNISA (School of Business and Leadership em Midrand, na África do Sul) e os falantes de língua portuguesa, neste caso particular de Moçambique e Angola, são formados no Campus de Maputo (Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo).

Nestes termos, a UEM passou a gerir o projecto por via do CECAGE, sendo que o Centro de Educação Contínua (CEC) ficou responsável pelo Track de Gestão Pública e Governação, cujo objectivo é o de expor os participantes a conhecimentos práticos em matéria de Administração Pública e Governação.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

Close Menu